20 de jan de 2010

ICQ "Uns dos primeiros MSN criados" Estar de Volta

   No final da década de 90, a Internet passou por uma revolução na forma de comunicação entre seus usuários, e o ICQ foi responsável por essa revolução. Desenvolvido em novembro de 1996 pela Mirabilis, o ICQ foi pioneiro na comunicação pela Internet chegando a ter 42 milhões de contas ativas na época; em 1998 foi comprado pela AOL (America Online), mas depois da virada do milênio não teve o mesmo sucesso, entrando assim em um período de declínio.

   Mas, mesmo depois de 13 anos de desenvolvimento e quase 10 de inatividade o ICQ voltou a ser atualizado e disponibilizado para o público – o que pegou analistas e usuários de surpresa.
O ICQ 7 está de volta com novidades que podem trazer os antigos usuários e conquistar novos, entre elas a integração com redes sociais e demais serviços da web 2.0. Com o novo ICQ 7, o usuário pode atualizar status no Facebook, ler e comentar tweets, assistir a vídeos do Youtube, compartilhar fotos e álbuns no Flickr e notícias no Digg e no Delicious.
   O ICQ 7 conta ainda com uma opção de envio de SMS (ainda não habilitado para envios no Brasil), e para quem for se cadastrar, existe a opção de importar seus contatos do Facebook, Gmail, Windows Live, Yahoo, AOL e GMX.
O programa está disponível em 16 idiomas (incluindo português) e somente para Windows, e terá duas versões: a executável (instalada no HD do usuário), e a versão baseada na web (sem necessidade de instalação). Baixe aqui o ICQ 7.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA E SIGA AS REGRAS:

1 - Seu comentário precisa estar relacionado com o conteúdo do Post.
2 - Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites do gênero nesta área.
3 - Não inclua links desnecessários no seu comentário.
4 - Se quiser deixar um link para o seu Blog/Site, comente usando a opção OpenID.
5 - O Formulário de Comentários não é lugar de pedir Parceria.
6 - Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos.

De Acordo Com As Regras? Então Poste O Seu Comentário!

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog